Todos os websites devem ser criados com base num objetivo, como por exemplo vendas em ecommerce, ou recolha de leads, e a sua medição é responsabilidade do Google™ Analytics.

logo-google-analytics

Neste capítulo do Guia de Google™ Analytics vai ficar a saber o que são as conversões e como pode configurá-las na plataforma.

Desta forma, irá conseguir monitorizar com exatidão o desempenho do seu website e acompanhar os resultados do seu negócio.

QUERO SABER MAIS SOBRE GOOGLE ANALYTICS »

 

 

Conheça os 5 tipos de Conversões do Google Analytics

Dá-se o nome de Conversão sempre que um utilizador realiza uma ação desejada e definida pelo gestor do website, como por exemplo o preenchimento de um formulário de contacto.

Podem ser vistas como os objetivos finais do seu website e devem ser definidas com base nos seus objetivos de negócio.

2569f1ac6b_criao_de_websites

No Google™ Analytics existem 5 tipos de objetivos/conversões disponíveis:

  1. Destino;
  2. Duração;
  3. Página/ecrãs por sessão;
  4. Evento;
  5. Objetivo inteligente.

     1. Conversão de Destino

É gerado um objetivo de "Destino" sempre que o utilizador chega a uma página específica, escolhida pelo gestor do website.

Neste caso, se considerarmos o preenchimento de um formulário, o objetivo (ou seja, a lead) é contabilizado quando é gerada a página de agradecimento, após envio do formulário.

Aqui, o trabalho do Google™ Analytics é simples: conta como conversão todas as vezes que essa página é carregada.

Configure um objetivo de Destino em 7 passos simples

     1. Inicie sessão no Google™ Analytics;

     2. Selecione o separador Administração;

     3. Na coluna de “Visualização de propriedade” clique em “Objetivos”;

configuracao-objetivo-conversao

     4. Crie um “Novo objetivo”;

     5. Dê um nome e selecione a opção “Destino”;

objetivo-configuracao-analytics

     6. Configure os detalhes do objetivo e, se fizer sentido, a opção Funil.

sugestao-blog-made2web Lembre-se: Definir o funil é importante para perceber o sucesso do processo de conversão, ou seja, sempre que exista um processo com sequência de passos para chegar à conversão, como por exemplo perceber quantos utilizadores finalizam a sua compra do total de utilizadores que colocaram artigos no carrinho de compras.

objetivo-configuracao-analytics2

     7. Clique em “Guardar”.

     2. Conversão de Duração

É contabilizada uma conversão de Duração sempre que o utilizador permaneça no seu website mais de um determinado tempo, definido por si.

Veja o seguinte exemplo:

Imagine que tem um website de apoio ao cliente. Aqui, é expectável que os conteúdos demorem pelo menos 5 minutos a serem lidos, pelo que o objetivo será obter tempos de permanência no seu website iguais ou superiores a 5 minutos e desta forma saber se os seus visitantes estão a ler os seus conteúdos.

Configure um objetivo de Duração em 7 passos simples

Siga os passos 1, 2, 3 e 4 do objetivo anterior;

     5. Dê um nome e selecione a opção “Duração”;

     6. Adicione o tempo pretendido nos “Detalhes do objetivo”;

objetivo-duracao

     7. Clique em “Guardar”.

     3. Conversão de Páginas/Ecrãs por Sessão

Google™ Analytics assume uma conversão de Páginas/ecrãs por sessão sempre que um utilizador visitar um determinado número de páginas predefinido.

Este objetivo é particularmente relevante em websites de notícias, em que quanto mais páginas as pessoas visualizarem durante uma sessão, maior será a probabilidade de gerar dinheiro através da publicidade.

Configure um objetivo de Páginas/ecrãs por sessão em 7 passos simples

Siga os passos 1, 2, 3 e 4 apresentados no primeiro objetivo.

     5. Dê um nome ao objetivo e selecione “Páginas/ecrãs por sessão”.

     6. Adicione o número de páginas pretendidas;

objetivo-pag-sessao

     7. Clique em “Guardar”.

     4. Conversão de Eventos

É gerado um objetivo de Evento sempre que o utilizador tiver um comportamento predefinido no website.

Um evento é uma interação que os utilizadores têm com o website, por exemplo o clique num pop-up, chat, vídeo ou infografia, numa dada página. 

Configure um objetivo de Evento em 7 passos simples

Siga os passos 1, 2, 3 e 4 definidos no primeiro objetivo.

     5. Dê um nome ao objetivo e selecione “Eventos”;

     6. Defina pelo menos uma das definições (categoria, ação, etiqueta, ou valor). Estas definições são definidas quando o evento é criado pela programação;

objetivo-evento

     7. Clique em “Guardar”.

     5. Conversão de Objetivos Inteligentes

Utilizados por quem tem campanhas AdWords ativadas, os objetivos Inteligentes servem para medir as visitas que geraram uma maior interação no seu website e convertê-las automaticamente em objetivos.

Estes servem para melhorar posteriormente a gestão de lances das suas campanhas Google AdWords.

Configure um objetivo Inteligente em 7 passos simples

Siga os passos 1, 2, 3 e 4 definidos no primeiro tipo de conversão apresentada.

     5. Importe os objetivos inteligentes para o AdWords;

     6. Aguarde a acumulação de objetivos inteligentes suficientes no AdWords;

     7. Utilize os objetivos inteligentes para otimizar os seus lances no AdWords.

 

No fundo, a definição das conversões do seu website depende do seu objetivo de negócio, ou seja, da ação que pretende que o utilizador tenha no seu website e, claro, do valor que essa conversão tem para si.

Ao fazer a parametrização das conversões do seu website no Analytics, uma das grandes vantagens é perceber qual é o canal de origem do tráfego mais rentável.

origem-das-conversoes-analytics

Por exemplo: Imagine que iniciou uma ação orgânica e paga para trabalhar a geração de leads no seu website. Com ela, gerou 82 conversões orgânicas (48 leads diretas, 31 vindas do Google e 3 do Facebook) e 34 conversões pagas vindas da campanha AdWords.

Excluindo a qualidade das conversões (que apenas poderá ser analisada à posteriori), podemos aferir, à partida, que a campanha AdWords foi a menos eficaz pela quantidade de leads geradas.

Desta forma poderá ajustar a sua estratégia no futuro e, desta forma, assegurar que aposta no canal mais rentável para o seu negócio.

Precisa de ajuda? fale com a made2web »

 

Continue a leitura do nosso Guia de Google Analytics. No próximo artigo iremos abordar os Relatórios de Público-Alvo.

 

Leia aqui o primeiro artigo do Guia de Google™ Analytics:

Artigo I - O que é e como instalar o Código de Acompanhamento »