O comportamento dos utilizadores está a criar novas necessidades para os negócios. Descubra como a evolução dos conteúdos de vídeo vai alterar o futuro do Storytelling!

Ler um artigo, tal como está a fazer neste momento, é um hábito que está a cair cada vez mais em desuso entre os utilizadores online.

Apesar da Internet representar uma infindável biblioteca de artigos em texto e narrativas sobre todos os temas imagináveis, a forma como os utilizadores estão a consumir conteúdos online está a mudar. O vídeo é o novo formato vencedor do marketing digital e marca o declínio do conteúdo de texto e um novo caminho para o Storytelling.

 

O poder dos conteúdos de vídeo e áudio no marketing empresarial

A evolução do conteúdo de vídeo já se verifica há algum tempo. A biblioteca de multimédia na Internet tem vencido inúmeros combates contra as bases de dados de texto ao longo dos anos. Porém, foi no último ano que o conteúdo de vídeo e áudio conseguiu o maior número de títulos e bateu novos recordes, tornando-se a forma de conteúdo mais consumida e com mais influência a nível mundial.

conteudo-video-marketing-digital-made2web

 

Olhando para as inovações tecnológicas dos últimos anos é fácil compreender o caminho e a evolução do mundo digital.

 

Saiba porque deve investir na produção de conteúdos de vídeo para a sua empresa

A Marktest revelou em 2017 que 86% dos utilizadores da Internet vê vídeos no Facebook e 75% afirma visualizá-los no Youtube.

Para além disso, o YouTube atualmente é considerado a segunda rede de pesquisa mais usada a nível mundial e, segundo o Google™ e a Ipsos Connect, 70% da Geração Millennials afirma recorrer à rede para aprender algo novo ou como fazer algo, ou seja, recorrem à rede com um objetivo de pesquisa em busca de tutoriais.

Os números falam por si:

1. 30 a 50% mais probabilidade de memorização da mensagem em conteúdo de vídeo

Segundo Edgar Pele e o Cone of Experience, contrariamente aos anúncios de texto, em que apenas 10% dos utilizadores se recordam do conteúdo, anunciar através de vídeo faz com que a probabilidade do conteúdo ficar na mente dos utilizadores suba para valores entre os 30 e os 50%.

Aposte em campanhas de vídeo e invista num formato vencedor e com maior interação por parte dos utilizadores. Crie conteúdos de qualidade e assegure-se de que os seus vídeos deixam a sua marca fica gravada na mente dos consumidores.

publicidade-conteudo-video

 

2. 43% dos utilizadores procuram vídeos institucionais sobre as empresas

Estes dados foram apresentados pela Hubspot e dizem-nos que 43% dos utilizadores online preferem conhecer mais sobre as empresas através de conteúdos audiovisuais do que ler um extensivo texto sobre as mesmas.

Crie um vídeo institucional e apresente a sua empresa num formato de fácil consumo e assimilação pelos utilizadores.

conteudo-de-video-empresas

 

3. 75 minutos é a média mundial para o consumo de conteúdos de vídeo diariamente

Segundo a Rio Content Marketing, a média mundial para o consumo diário de conteúdos de vídeo está a rondar uma hora e quinze minutos por utilizador.

Comece a comunicar através de vídeo, pense no seu público e faça as contas sobre as oportunidades de interação! Desenvolva uma estratégia de produção de conteúdo de vídeo que vai fazer aumentar a interação dos utilizadores com a sua marca.

consumo-conteudos-de-video

 

3 exemplos de novas ferramentas de sucesso de vídeo e áudio

1. Assistentes de voz

Os assistentes de voz foram desenvolvidos em diferentes formatos. Quando pensamos em computadores, smartphones e tablets são exemplos a Siri, assistente de voz dos dispositivos Apple, e o Google™ Now, a aplicação Google™ desenvolvida apenas para receber ordens a partir de qualquer dispositivo Android.

assistente-voz-smartphoneFonte: Giphy

Mas, para além deste tipo de assistentes, já existem dispositivos desenvolvidos para facilitar o dia a dia dos utilizadores através da conexão com outros equipamentos smart.

Um exemplo deste tipo de assistentes de voz é a Alexa, desenvolvida pela Amazon, que disponibiliza inúmeras funcionalidades como fazer compras online, escolher uma música para tocar, ou até mesmo acender uma lâmpada de casa.

Vídeo "What is Alexa" da Amazon

 

2. A inteligência artificial para pesquisa de conteúdos

Sendo este um dos temas que gera uma maior expectativa e, por essa razão, um dos mais abordados da atualidade, a inteligência artificial não podia ficar de fora desta lista. Com a evolução dos algoritmos, a inteligência artificial tem uma grande influência em inúmeros mercados e a rede de pesquisa não é exceção.

O Google™, presente no quotidiano de todos aqueles que usam a Internet, desenvolve os seus algoritmos com o objetivo de melhorar a experiência dos utilizadores online, através da apresentação dos conteúdos que estes estão exatamente a procurar. Mas a empresa da maior rede de pesquisa mundial foi mais além.

Um dos seus mais recentes desenvolvimentos de inteligência artificial é o Google™ Duplex, apresentado em maio de 2018. Esta ferramenta irá funcionar a par com o Google™ Assistant, o assistente virtual do Google™ que compete com a Siri da Apple e com a Alexa da Amazon.

 

3. A tradução de conteúdos através de voz

Esta tecnologia, apesar de não ser de agora, tem vindo a ser desenvolvida ao longo dos tempos e os seus limites estão cada vez menos delineados. Atualmente os utilizadores conseguem ter acesso a tradutores de voz em tempo real para centenas de idiomas.

Um dos maiores exemplos foi apresentado pela Microsoft em 2014: o Skype Translator, que traduz em tempo real de chamadas de voz e vídeo.

 

Mas estas são apenas algumas das grandes evoluções do vídeo e do áudio nos últimos anos.

Os comunicadores mais influentes do mundo, que outrora trabalhavam nos seus blogs e produziam conteúdo de texto, já desenvolvem também o seu trabalho em formato de vídeo com podcasts e em canais como o YouTube e o Instagram.

Foi necessário trabalhar em novas tecnologias como câmaras e microfones, para deliciar os olhos e os ouvidos dos utilizadores com todas estas novas funcionalidades e conteúdos.

Todos estes instrumentos em conjunto são o cartão de boas-vindas para o mundo digital da multimédia que veio para ficar.

 

Será que o vídeo e o áudio são os substitutos do conteúdo de texto?

À primeira vista a resposta é sim, mas por enquanto continua a ser não.

A Internet teve o seu início com conteúdos de texto, porque era esta a linguagem que os computadores estavam preparados para entender. Atualmente, e através da inteligência artificial, a tecnologia está a evoluir para oferecer aos computadores o seu próprio cérebro, mas ainda não o suficiente.

Continua a ser impossível atribuir a mesma importância a um vídeo, ou áudio, como acontece com o conteúdo escrito quando falamos de estratégias de Search Engine Optimization

O texto continua a ser rei no que toca à otimização de conteúdo para aumentar o visibilidade de uma determinada página web nos motores de pesquisa, seja na estratégia de copywriting implementada, nos headings da página, no link building, ou no ALT Text das imagens, por exemplo.

 

3 alterações no Storytelling da sua empresa

A evolução tecnológica trouxe consigo uma série de alterações aos conteúdos consumidos online e, consequentemente, uma nova forma de estar para as empresas que pretendem trabalhar a sua presença no canal digital.

Com esta nova tendência o futuro do Storytelling passa por:

1. Investir em uma nova forma de comunicar

conteudo-video-comunicacaoVai ser cada vez mais importante para as empresas que estão online, passar a mensagem através dos formatos que os utilizadores querem consumir, entrando cada vez mais no mundo da produção de vídeo e imagem.

O mercado online vai ser alvo de profundas mudanças a este nível, visto que uma cultura que cada vez dá mais importância às imagens, vídeos e sons altera de forma drástica a forma como os utilizadores interpretam o mundo à sua volta.

 

2. Apostar em ferramentas para a criação de conteúdos de multimédia

A tecnologia tornou o conteúdo de multimédia mais fácil de produzir e editar, possibilitando a sua criação fora de estúdios especializados.

Criar podcasts tornou-se a nova forma de partilhar conteúdos que outrora eram apresentados em texto nos blogs e a boa notícia é que a sua empresa já consegue fazê-lo de forma acessível e simples, graças a múltiplas plataformas que se encontram disponíveis no mercado.

Pode também criar vídeos ao estilo do it yourself com ferramentas como o Lumen5, de forma simples e rápida, sem muitos conhecimentos de edição de vídeo. Surpreendente!

 

3. Adotar uma nova forma de estar nas redes sociais

As redes sociais dão cada vez mais destaque aos produtores de conteúdo de vídeo, criando cenários propícios a fazer crescer o seu número de seguidores e fãs das páginas, bem como agarrar novas oportunidades de negócio para a sua empresa.

Hoje em dia, todos os utilizadores, tanto particulares como os gestores em nome das suas empresas, estão à distância de um clique de conseguir produzir conteúdos de multimédia.

Atualmente podemos pensar nos smartphones como meio para fazer pesquisas e consumir de conteúdos online, bem como para a sua própria produção.

Graças à evolução tecnológica das câmaras dos diferentes dispositivos e das funcionalidades oferecidas, pode pensar-se nos smartphones como um estúdio de produção portátil que está pronto para registar momentos e partilhá-los instantaneamente, em qualquer parte do mundo.

Pense nos movimentos virais de challanges acompanhados de hashtags e partilhados pelos utilizadores, ou nos vídeos em direto das marcas que permitem acompanhar em tempo real desde ações de marketing a festivais de música, por exemplo!

Deixe-se de desculpas para a sua empresa não investir na produção de conteúdo de vídeo, acompanhar a evolução do consumo de conteúdos online e oferecer aos utilizadores conteúdos de vídeo de sucesso.

  

O vídeo e o áudio como o futuro do Storytelling 

Posto isto, conseguimos perceber que o caminho para o pódio está traçado e não há forma de tirar o conteúdo de vídeo e áudio da corrida.

O consumo de conteúdos online está a evoluir dando aos conteúdos de multimédia cada vez mais poder na conquista de novos clientes, fortalecendo a relação entre a empresa e o consumidor.

Estas duas ferramentas devem fazer parte do marketing digital do seu negócio e deve aliá-las à sua estratégia de conteúdos, por ser uma excelente forma de alcançar mais pessoas, oferecendo-lhes o conteúdo que estas procuram.

Pense nos seus objetivos, foque a sua meta e... ação!

QUERO SABER MAIS SOBRE
a importância do copywriting »