No dia 17 de maio comemora-se o Dia Mundial da Internet e, na Made2Web, nunca deixamos passar esta data sem pensar no quanto mudou o nosso dia a dia enquanto agência digital, mas também como consumidores.

O Dia Mundial da Internet foi estabelecido pela ONU em janeiro de 2006 e, tal como para tantos outros negócios espalhados por todo o mundo, na Made2Web adoramos esta data porque sem a Internet não poderíamos existir!

internet-made2web

Por isso, estamos gratos ao Tim Berners-Lee, o grande inventor da world wide web (www) em 1989, que tornou possível uma grande revolução tecnológica, da qual fazem parte as estratégias de Marketing Digital de sucesso que pomos em prática diariamente.

 

Os 20 principais marcos da história da Internet

     1. O embrião da Internet – 1969

Tudo começou na guerra fria com a necessidade de partilha de dados entre laboratórios Norte Americanos. Nasceu a Arpanet (Advanced Research Projects Agency Network), o embrião da Internet!

Leonard Kleinrock, um engenheiro, cientista e professor na Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), teve um papel muito importante nas redes de computadores, mais especificamente no desenvolvimento da Arpanet.

Sabe qual foi a primeira palavra a ser escrita na Internet? Ele diz-lhe! Descubra neste vídeo:

 

 

 Vídeo sobre a História da Internet. Fonte: National Science and Media Museum, 2012


     2.
 O termo "Internet" – 1970

A palavra “Internet” foi utilizada pela primeira vez em 1970 por Vinton Cerf, considerado o pai fundador da Internet e atual vice-presidente e "Chief Internet Evangelist" no Google.

     3. O primeiro vírus – 1971

Bob Thomas criou o The Creeper – o primeiro vírus do mundo! A sua função era apresentar a mensagem "Im the creeper, catch me if you can!" e irritar os utilizadores.

Virus The Creeper

Imagem do primeiro vírus do mundo. Fonte: Kaspersky Lab Daily, 2005

     4. O envio do primeiro SPAM – 1978

Foi enviado o primeiro SPAM! Gary Thuerk, funcionário da DEC, enviou o primeiro lote de email Marketing para cerca de 400 utilizadores com o objetivo de vender o novo produto da empresa.

     5. O aparecimento da Usenet – 1979

Criada por Tom Truscott and Jim Ellis, a Usenet foi a primeira rede de partilha de notícias e artigos e tinha como principal objetivo ligar algumas das principais Universidades dos Estados Unidos da América.

Usenet

Imagem da Usenet. Fonte: Social Media Wisdom, 2012

     6. O primeiro website do mundo – 1989

Deu-se o início da criação do sistema world wide web (www) e foi lançado o primeiro website do mundo na Organização Europeia para Pesquisa Nuclear por Tim Berners-Lee, uma das nossas personalidades preferidas de todos os tempos!

1º site do mundo

Imagem do primeiro site do mundo. Fonte: Info.cern.ch, 2018

     7. O Primeiro telemóvel com ligação à Internet - 1986

Foi lançado o primeiro telemóvel com ligação à Internet! O modelo era o Nokia 9000 Communicator e marcou o início da evolução tecnológica dos telemóveis.

Nokia 9000 Communicator

Imagem do primeiro telemóvel com ligação à Internet. Fonte: The Telegraph, 2018

     8. A chegada do Google™ – 1998

Bem-vindo, Google™! Foi em 1998 que foi lançada a atual gigante rede de pesquisa Google™, mas a sua história começou uns anos antes.

Em 1995, Larry Page conheceu Sergey Brin, um estudante da Universidade de Stanford, durante uma visita às suas instalações. Este foi um marco importante porque representou o início de uma relação de companheirismo que levou ao desenvolvimento do que é hoje a maior rede de pesquisa do mundo.

Foi a partir dos seus dormitórios que foi construído do Backrub, que mais tarde passou a chamar-se Google™. O seu principal objetivo era ordenar as páginas que existiam na World Wide Web por ordem decrescente de interesse, de forma a ajudar os utilizadores a encontrar os melhores resultados para a sua pesquisa.

Google beta

Imagem Google Beta. Fonte: Juixe, 2009

Em 1998, Andy Bechtolsheim, co-fundador da rede de pesquisa, investiu 100.000$ no lançamento da marca e trouxe o Google Inc.  para o mundo da Internet.

A partir daqui foi sempre a crescer! O motor de pesquisa ultrapassou a popularidade da AltaVista e do Yahoo, ambas lançadas em 1995. A AltaVista, apesar de ser uma das mais populares redes de pesquisa, acabou por perder mercado com o aparecimento do Google™ e, em 2003, foi comprada pela Yahoo.

      9. Olá, Facebook – 2004

Foi fundado o Facebook – a maior rede social da atualidade! A rede foi criada por um conjunto de estudantes da Universidade de Harvard e sabe-se que tinha o objetivo de fazer uma avaliação às estudantes femininas.

Segundo palavras do atual CEO, Mark Zuckerberg, o Facebook foi criado com o objetivo de ajudar as pessoas a compreender o que se passava à sua volta um pouco melhor e criar um ambiente onde os utilizadores pudessem partilhar toda a informação que quisessem, controlando com quem a partilhavam.

Facebook

Imagem Utilizador Facebook. Fonte: BuzzFeed News, 2016

      10. A criação do Youtube – 2005

Dá-se o início da era do vídeo com o lançamento do YouTube. A plataforma de conteúdos de vídeo foi criada por Chad Hurley, Steve Chen, and Jawed Karim, enquanto trabalhavam para a PayPal.

O principal objetivo desta plataforma foi trazer para a Internet um website de partilha de vídeos onde os utilizadores tivessem acesso a uma grande variedade de conteúdos.

Youtube

Imagem YouTube. Fonte: The Telegraph, 2009

Em 2006, o YouTube foi comprado pela Google e hoje faz parte do conjunto de aplicações da gigante rede de pesquisa como a publicidade paga da Google™ - Google™ AdWords. Tem funções de visualização, partilha de conteúdo de vídeo e gestão de canais próprios para cada utilizador.

     11. O primeiro iPhone - 2007

Foi a 29 de junho deste ano que foi lançado o primeiro modelo de smartphone da Apple. No final da mesma semana, a marca já tinha meio milhão de vendas.

Este primeiro modelo já contava com GPS, Google™ Maps e W-fi e representou a inovação do consumo de conteúdos de vídeo mobile com o YouTube integrado. Para navegar na Internet com este dispositivo, existia apenas o Safari, o primeiro browser disponível para mobile.

Lançamento do IPhone

Imagem Lançamento do iPhone. Fonte: Blog reload4btech, 2017

     12. Netflix e o primeiro streaming em tempo real - 2007

Para além do lançamento do primeiro iPhone, também a Netflix lançou, em 2007, o primeiro serviço de streaming do mercado que permitia a visualização dos conteúdos no imediato. Este serviço inicialmente contava apenas com 1.000 títulos, funcionando apenas em computadores Windows e no navegador Internet Explorer, só chegando aos computadores Mac em 2008.

Quando criou a sua marca em 1997, Reed Hastings, CEO da Netflix, chamou a empresa de Netflix por acreditar que a Internet seria o futuro.

Netflix-giphy

Imagem Netflix. Fonte: Giphy, 2018

     13. Navegador Google Chrome – 2008

Foi neste ano que foi lançado o Google™ Chrome! Para fazer a sua apresentação ao mercado, o Google criou uma banda desenhada que ilustrava os objetivos e funcionalidades do novo navegador.

BD Google Chrome

Imagem da BD Google Chrome. Fonte: Google™, 2008

     14. Campanha Eleitoral nos Estados Unidos - 2008

2008 foi também o ano da candidatura de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos e aqui também a Internet mostrou ter muita influência, tanta quanto a televisão tinha há 40 anos.

O uso de plataformas, como redes sociais, foi o grande apoio para a angariação de voluntários e apoiantes. Os conselheiros e gestores da campanha eleitoral de Obama investiram numa série de testes, tanto através de publicações nas redes sociais como em imagens e botões no seu website, com o objetivo de analisar os comportamentos dos utilizadores e compreender quais as abordagens que poderiam trazer mais sucesso à sua candidatura.

Barack Obama

Imagem Barack Obama. Fonte: Biography, 2018

"Yes, we can!" foi a frase que se tornou viral com a tomada de posse de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos.

     15. Os utilizadores e o mercado das Bitcoins - 2008

Foi neste ano que se deu o desenvolvimento da Blockchain, ou seja, a tecnologia que está por trás da Bitcoin. Este sistema de alta segurança está protegido através de técnicas matemáticas inspiradas na criptografia, para assegurar a segurança dos utilizadores, e é uma tecnologia com potencial de influenciar todos os mercados, desde a indústria ao mercado financeiro.

Segundo Sally Davies, repórter da FT Technology, "A Blockchain é para a Bitcoin o que a Internet é para o email. A partir deste sistema podem ser construídas diferentes aplicações e a moeda é apenas uma delas".

Vídeo sobre Blockchain. Fonte: World Economic Forum, 2016

     16. A Globalização das Redes Sociais - 2009

Foi publicado no Facebook o vídeo que se tornou viral e chocou o mundo. Mostrava como Neda Agha-Soltan, uma estudante de Filosofia de 26 anos, foi morta com um tiro enquanto se deslocava para ir assistir aos protestos contra a vitória do Presidente Iraniano Mahmoud Ahmadinejad.

Neda Agha-Soltan

Imagem de Neda Agha-Soltan. Fonte: Polaris, 2009

     17. Bem-vindo, Instagram - 2010

Deu-se o lançamento do Instagram e o início de uma nova era de imagem e inspiração! Na altura, a empresa chamava-se Codename e a primeira foto foi publicada pelo CEO e Co-Fundador Kevin Systrom.

Em 2012, a empresa foi comprada pelo Facebook e atualmente partilham um conjunto de funcionalidades, como por exemplo a partilha de fotos nas duas redes e a plataforma de anúncios.

A 1ª foto publicada no Instagram em 2010

Imagem da primeira foto publicada no Instagram. Fonte: Time, 2014

     18. O Facebook compra o WhatsApp - 2014

2014 ficou registado como o ano em que o Facebook comprou o WhatsApp e expandiu ainda mais o seu leque de Redes Sociais.

O WhatsApp foi criado em 2009 por Jam Koum e Brian Acton com o objetivo de oferecer aos utilizadores uma alternativa aos tradicionais meios de comunicação, permitindo o envio de mensagens de texto, imagens, vídeos e chamadas de audio ou vídeo, tanto a partir de dispositivos mobile como desktop e de forma gratuita.

WhatsApp

     19. Segurança, Tecnologia e Globalização - 2014

Mas, este também foi o ano do Skype. Foi em 2014 que foi apresentada a funcionalidade de tradução em tempo real, que permitiu a comunicação entre pessoas de diferentes línguas. Os utilizadores podem conversar na sua língua nativa e o discurso é traduzido para o idioma do outro utilizador, com legendas incluídas.

Vídeo Tradutor em Tempo Real Skype. Fonte: Vix News, 2014

Neste momento, o Skype Translator consegue traduzir chamadas de voz e vídeo de e para português, inglês, francês, alemão, mandarim, italiano, espanhol, árabe, japonês e russo. Por outro lado, esta funcionalidade consegue também traduzir as mensagens instantâneas em mais de 50 idiomas.

Para as empresas, esta é uma forma incrível de ultrapassar barreiras linguísticas na internacionalização do negócio com clientes em todo o mundo. Saiba mais na infografia abaixo.

tradutor-tempo-real-skype

Infográfico sobre o Tradutor em Tempo Real do Skype. Fonte: Gineers Now, 2017

     20. Os Pagamentos com reconhecimento facial - 2017 

Apesar do Sistema de reconhecimento facial já estar desenvolvido há décadas, foi no ano passado que começou a ser possível fazer pagamentos online através desta funcionalidade, graças à tecnologia Face++. O sistema está preparado para ser seguro e não se engana com uma fotografia!

Reconhecimento Facial

Imagem Reconhecimento Facial. Fonte: Disruptive, 2016

 

Estes foram apenas alguns dos marcos que enriqueceram a história da Internet e fizeram dela aquilo que é nos dias de hoje.

 

Quer saber mais sobre a história da Internet? 

historia-da-internet

Imagem História da Internet. Fonte: AVG, 2018

 

O que será que a Internet tem para nos oferecer no futuro?

A dependência da Internet na era digital

A Internet mudou tanto a vida dos utilizadores, como a forma de fazer negócio. Hoje em dia todos nós temos todo o tipo de conteúdos à distância de um clique e já há muito tempo que se fala de dependência da Internet:

Independência da internet no mundo

Gráfico "Where people can't live without the internet". Fonte: Statista, 2018

 

Descubra o que a Internet ainda tem para nos oferecer

A evolução é contínua e avança a uma grande velocidade e, certamente, a Internet vai ter sempre muito mais para nos oferecer.

Vídeo sobre a inovação na Internet. Fonte: One America News Network

Existem cada vez mais formas diferentes das empresas comunicarem com os utilizadores e, por sua vez, estes conseguirem os produtos, serviços ou conteúdos de que tanto precisam. 

 

Conheça os próximos 3 passos da evolução da internet

  • 1º Passo: Mais segurança e proteção de dados pessoais de forma automática

Enquanto as funcionalidades disponibilizadas pela Internet evoluem e trazem uma nova forma de trabalhar os negócios online, novas barreiras precisam de ser impostas para que a segurança dos utilizadores seja assegurada.

As regras do jogo estão a mudar, principalmente nos Estados Unidos e na Europa. Para as empresas poderem continuar a comunicar com os seus clientes, ou utilizadores que interagem com a sua marca através do website, devem adaptar os seus processos.

Em 2018 novas normas vão entrar e regulamentar a utilização da Internet e da comunicação entre as empresas e os utilizadores. Com a entrada em vigor do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), a Internet e a inteligência artificial têm novos limites. O objetivo é proteger os dados pessoais dos clientes e assegurar que estes apenas recebem a comunicação empresarial que desejam efetivamente receber.

LER MAIS SOBRE RGPD »

 

Podemos olhar para estas mudanças sob 3 perspetivas:

1. Mudanças no Conteúdo:

Depois das tendências de comunicação com discursos de ódio, cyberbullying e recrutamento terrorista, começou a desenvolver-se o mercado das falsas notícias online. E isto foi a gota de água! Na Europa está a ser implementado o novo regulamento contra as notícias de conteúdo falso e está a ser pedido às empresas que façam um melhor controlo a todo o conteúdo que é publicado e partilhado nas suas plataformas.

cyberbullying

 

2. Privacidade online:

Os direitos dos utilizadores online e as normas de utilização dos seus dados pessoais têm vindo a sofrer alterações ao longo do tempo, no entanto, com a entrada em vigor do RGPD passa a existir um novo modo de comunicar com os utilizadores. Agora, as empresas que pretendem manter a sua comunicação com os utilizadores da sua base de dados devem obter uma prova do seu consentimento num modelo “opt-in”, em vez do tradicional “opt-out”.

Isto quer dizer que, para as empresas conseguirem a autorização para tratar os dados dos utilizadores que interagem com a sua marca, devem contactar cada um dos utilizadores e pedir uma prova da sua vontade de ser contactado pela empresa, em vez do tradicional: “se não fizer nada, vai receber a nossa comunicação”.

 

3. Confiança online:

Nos Estados Unidos, já há várias décadas que se trabalha sobre a Antitrust Law. Inicialmente o seu objetivo era proteger os utilizadores que faziam compras online, estendendo-se mais tarde para a proteção das empresas que desenvolvem a sua atividade na web.

À semelhança da Antitrust Law, na Europa também está a ser trabalhada uma nova visão sobre a confiança nas empresas online, com o objetivo de proteger tanto os utilizadores como as empresas online.

Um exemplo disto foi a decisão que a Comissão Europeia tomou contra o Google™ em 2017, por este favorecer os seus produtos e serviços em detrimento de outros semelhantes, tendo uma posição pouco leal no mercado.

Esta é uma amostra de que a Comissão Europeia está empenhada no aumento do controlo da comunicação feita pelas empresas e pelas transações que ocorrem online, promovendo um ambiente de maior confiança entre os utilizadores e as marcas na web.

 

  • 2º Passo: Novas oportunidades de negócio online

2018 vai ser o ano dos bots! Certamente todos nós já comunicámos com bots em alguma situação, o que nos ofereceu uma resposta rápida à questão que precisávamos de esclarecer. 

Com esta funcionalidade, que cada vez está mais afinada e melhorada na tentativa de trazer uma melhor experiência para o utilizador, as empresas vão ser capazes de dar uma resposta ainda mais assertiva e em tempo real. Para além disto, os bots vão estar preparados para dar respostas sobre questões subjetivas, como por exemplo, a hora de uma consulta ou de tomar uma medicação.

O objetivo para 2018 é a utilização de bots para desempenhar o papel de gestores pessoais que ajudam os utilizadores nas diferentes atividades do dia a dia.

Isto poderá aplicar-se tanto a questões relacionadas com as suas crianças, a sua área financeira pessoal, ou até com questões de saúde. 

Bot Made2Web

Exemplo de um Bot para efeitos de Auditoria Grátis de SEO da Made2Web

Mas os bots são apenas um exemplo.

Com a evolução do ecommerce, do storytelling, das redes sociais, etc., a relação entre empresas e consumidores vai também continuar a evoluir para uma maior proximidade.

Graças evolução da Internet as empresas conseguem estar sempre no bolso dos utilizadores e disponíveis em qualquer parte e em qualquer altura.

Posto isto, as empresas devem dedicar cada vez mais tempo a desenvolver e melhorar a experiência do utilizador e apostar em diversas soluções de marketing digital para o seu negócio.

Com a rapidez com que a Internet e as funcionalidades online evoluem, para aproveitarem esta vantagem competitiva, as empresas têm de estar na crista da onda.

Uma relação empresa-utilizador que seja disruptiva e inovadora vai fazer com que a sua marca marque a diferença na cabeça dos consumidores:

 

Vídeo sobre oportunidades de negócio e inovação nas empresas. Fonte: World Economic Forum

  •  3º Passo: Novos comportamentos

Com a evolução e o aumento da velocidade da Internet, a ligação à web não fica só dentro dos computadores e smartphones.

internet-of-things-made2web

Esta evolução só por si motiva o desenvolvimento do Internet-of-Things (IOT), ou a Internet das coisas, trazendo a Internet para o dia a dia dos utilizadores, nas mais pequenas coisas.

Para as empresas, a transformação digital também está a revolucionar grande parte dos mercados e revela ser, cada vez mais, uma vantagem competitiva. O foco dos negócios está cada vez mais na experiência do consumidor e passa pela inovação de todos os pontos durante a jornada.

Temos de ter em conta que, com o desenvolvimento de plataformas e websites responsive, as empresas estão apenas à distância de uns cliques para atingirem biliões de consumidores. A IOT é um exemplo disso mesmo. Com a aplicação de sensores inteligentes a determinados objetos, os utilizadores já conseguem fazer encomendas online ou outras ações do quotidiano.

Um exemplo prático da influência da IOT no dia a dia das pessoas é os Amazon Dash Buttons que permitem fazer uma encomenda apenas com um clique.

Amazon Dash Buttons

Imagem Amazon Dash Buttons. Fonte: Silicon Angle, 2015

Com a Internet-of-things (IOT), os utilizadores terão a possibilidade de ver, por exemplo, objetos virtuais em alta definição em lojas de retalho e aceder a um número ilimitado de peças em stock.

Com o Li-Fi, um sistema de comunicação com luz visível que oferece uma velocidade 100 vezes superior à ligação Wireless tradicional, existe a base para o desenvolvimento de experiências como as acima apresentadas.

Apanhe o comboio da evolução digital...

O aparecimento e evolução da Internet trouxe todo um novo leque de oportunidades de inovação para os negócios, que podem agora dar uma melhor resposta às necessidades dos consumidores. Por outro lado, os utilizadores estão cada vez mais dependentes da tecnologia e recetivos aos sistemas inovadores que as empresas têm para disponibilizar. 

Aposte na transformação digital e faça o seu negócio crescer!