Numa landing page todos os elementos devem conduzir o utilizador para um objetivo: a conversão.

Os utilizadores que chegam a este tipo de páginas devem tomar uma ação, normalmente, através do preenchimento de um formulário em troca de uma oferta.

Quando bem elaborada, a landing page apresenta claramente a sua oferta e encaminha a atenção para o objetivo, quer se trate de um pedido de contacto, uma marcação de consulta ou o download de um conteúdo.

 

Neste artigo partilhamos algumas boas práticas, em termos de texto e design, para potenciar a experiência do utilizador e encaminhá-lo para a conversão.

 

Boas Práticas para Criar uma Landing Page 

1. Sem navegação externa

Para criar uma boa landing page deve eliminar potenciais pontos de fuga. Se o utilizador já chegou à sua página não vai querer que a abandone sem converter. 

Esta prática é muito utilizada neste tipo de páginas, mas também em processos de checkout.

Ocultar o menu superior do seu website, por exemplo, é uma boa forma de evitar que o utilizador se distraia com a possibilidade de navegar para outras páginas. Isso vai ajudá-lo a manter-se focado em terminar a ação pretendida.

8-elementos-para-uma-landing-page-otimizada-para-conversao-sem-navegacao

 

2. Value proposition

O que tem o utilizador a ganhar com a sua oferta? Esta é a sua promessa de valor e deve ser apresentada de imediato: above-the-fold e junto ao formulário.

Deve resumir em alguns pontos-chave o que a oferta inclui e por que motivo é tão valiosa. Numa lista breve antecipe e responda a quaisquer dúvidas dos utilizadores sobre a sua proposta.

8-elementos-para-uma-landing-page-otimizada-para-conversao-value-proposition

 

3. Formulário de conversão

O formulário é essencial numa landing page, pois é através dele que os utilizadores fornecem informações para lhes poder dar o que promete. 

Deve ponderar, principalmente, dois pontos: os dados que quer obter e a localização do formulário.

A qualidade dessas leads aumenta quanto mais dados os utilizadores estiverem dispostos a dar. Contudo, ter muitos campos para preencher pode assustar os utilizadores e ser um motivo para abandonar a página (e não é o que queremos).

Um formulário curto é mais convidativo ao preenchimento e gera mais leads. Por isso, pense nas informações que necessita na sua estratégia e peça apenas os dados essenciais para poder dar seguimento à lead.

Relativamente à localização, dos testes que já fizemos na Made2Web, os formulários above-the-fold são os que convertem mais. Mas é tudo uma questão de analisar o comportamento dos utilizadores e perceber se deve mudar a posição deste elemento.

8-elementos-para-uma-landing-page-otimizada-para-conversao-formulario-de-conversao

 

4. Títulos claros e concisos

Os títulos, para além de ajudarem a dividir a informação ao longo da página, são dos primeiros elementos que os utilizadores leem “na diagonal” ao chegar a uma landing page.

Deve enriquecer as páginas com informação relevante para acrescentar valor à sua promessa e convencer o utilizador a preencher o formulário.

Utilize títulos e subtítulos organizados, claros e concisos para subdividir temas ou módulos.

Uma mensagem clara chegará mais rapidamente ao utilizador, aumentando a probabilidade de conversão.

8-elementos-para-uma-landing-page-otimizada-para-conversao-formulario-de-conversao-titulos-claros-e-concisos

 

5. Imagens relevantes

É verdade que uma imagem vale mais do que mil palavras, mas... evite a distração.

Numa landing page as imagens devem ser relevantes e ajudar os utilizadores a entender a sua oferta. Uma boa imagem para a sua landing page pode ser a da capa do ebook que está a oferecer, um design gráfico com o desconto disponível ou uma representação do seu produto ou serviço. 

Para além de complementar a sua mensagem, as imagens podem também ajudar a guiar os utilizadores para a ação pretendida. Dizem os estudos que apostar em imagens que dirigem visualmente o olhar do utilizador para o formulário aumentam a taxa de conversão. Por que não experimentar? 

8-elementos-para-uma-landing-page-otimizada-para-conversao-formulario-de-conversao-imagensi-relevantes

 

6. Ação clara

Não se esqueça de adicionar botões call-to-action à landing page, com cor e texto adequados. 

Dizem as boas práticas que não existe “A cor ideal”, mas sim que a cor utilizada neste botão deve destacar-se das restantes cores da página.

Quanto ao copy do seu botão, para envio do formulário, deve motivar o utilizador a uma ação. É por isso que a palavra “submeter” é uma má ideia. Para além de ser muito vaga, geralmente ninguém quer “submeter” nada.

Prefira palavras associadas a uma ação como: “Faça o download agora”, “Descarregue o seu ebook”, “Aceda ao seu cupão” ou “Registe-se gratuitamente”.

8-elementos-para-uma-landing-page-otimizada-para-conversao-formulario-de-conversao-acao-clara

 

7. Social proof

A prova social é a influência positiva criada em nós pela experiência dos outros. Se o utilizador perceber que quem usou aquela oferta fala sobre ela de forma positiva é provável que também a encare positivamente.

A social proof numa landing page pode ser um extra poderoso para incentivar a conversão. Pode assumir a forma de:

  • Testemunhos de clientes;
  • Selos ou certificações que sustentem o que oferece;
  • Reviews de outras plataformas (Google My Business, TripAdvisor, redes sociais,...);
  • Case studies;
  • Números relativos a resultados de outros clientes.

8-elementos-para-uma-landing-page-otimizada-para-conversao-formulario-de-conversao-social-proof

 

8. Política de privacidade

O Regulamento Geral da Proteção de Dados (RGPD) veio tornar obrigatória a proteção da privacidade e dos dados pessoais recolhidos nestas páginas. 

Sempre que solicitar informações de contacto de um utilizador no seu website, deverá fornecer uma explicação sobre como planeia utilizar os dados recolhidos.

Esta declaração ajuda também a dar credibilidade à marca, demonstrando  que o RGPD está a ser cumprido. 

8-elementos-para-uma-landing-page-otimizada-para-conversao-formulario-de-conversao-politica-de-privacidade

 

Colocou a sua Landing Page online, e agora?

Podemos seguir todas as boas práticas e achar que temos uma landing page otimizada para a conversão, mas só os resultados poderão demonstrar o seu sucesso. 

Depois da publicação, temos de medir e perceber, pelo comportamento do utilizador, se os elementos estão a funcionar conforme esperado. Caso contrário, pode ser necessário fazer algumas melhorias: 

Conhecer os componentes-chave e seguir as boas práticas de uma landing page otimizada é o primeiro passo. Saber como medir a sua performance é a base para alcançar resultados.  

Quero criar landing pages otimizadas para a conversão >