Criar anúncios para as Redes Sociais envolve uma imensidão de decisões sobre detalhes e cuidados muito específicos. Para além de ter de ajustar a mensagem a transmitir à sua audiência e ao que pretende alcançar, é preciso também considerar as exigências de cada Plataforma Digital. 

No entanto, podemos definir um conjunto de regras gerais, ou boas práticas, que devem estar na base da criação de qualquer Campanha de Redes Sociais eficaz.  

7 Boas Práticas para os seus Anúncios nas Redes Sociais

 

1. Determinar Objectivos e Público-alvo


Antes de criar o seu anúncio para as Redes Sociais há 2 passos essenciais que nunca deve esquecer:

 

  • Definir o objectivo da sua Campanha 

É este objectivo que irá orientar todas as ações da Campanha, portanto o mesmo deverá estar alinhado com os seus objectivos em termos de Marketing Digital;

 

  • Definir o seu Público-alvo 

Só sabendo a quem se pretende dirigir poderá avaliar onde se encontra a sua audiência. Isto irá facilitar bastante a escolha das Plataformas Digitais onde deve anunciar.

 

2. Definir os locais de publicação dos seus anúncios 


De acordo com os seus objectivos e o público-alvo, segue-se a escolha do local para criar a sua Campanha Paga. Primeiro deve selecionar a Rede Social mais adequada ao pretendido. Depois, dentro de cada uma, bastará eleger o melhor canal para anunciar:

  • No feed ou cronologia;
  • Em stories;
  • Através de mensagem direta;
  • Outros.

guia-redes-sociais-pagas-6-7-boas-praticas-para-a-criacao-de-anuncios-locais-de-publicacao-dos-anuncios

 

3. Definir o tipo de anúncio que pretende criar 


Nesta etapa é necessário eleger o formato mais apropriado para o seu anúncio, considerando todas as suas características concretas: 

  • Imagem (única ou carrossel); 

  • GIF; 

  • Vídeo; 

  • Texto;

  • ou outros.

Deve levar em consideração, para além dos objectivos e da sua audiência, o tom que procura dar à sua comunicação. 

 

4. Ajustar o conteúdo e dimensão do anúncio


Cada uma das Plataformas de Social Media tem características e regras próprias. Ter em atenção essas especificidades pode fazer toda a diferença entre uma Campanha de sucesso e uma mal-sucedida. 

No Facebook, lembre-se que a quantidade de texto está limitado a 20% da imagem. Assim, imagens com maior percentagem de texto terão certamente menor alcance, o que resultará numa pior performance para o seu anúncio.

Por outro lado, esta regra já não se aplica no Linkedin, por exemplo. Aqui a preocupação principal deve ser criar conteúdo útil para o utilizador.

No caso do Instagram, as especificações para publicar um anúncio numa story ou no feed são diferentes. Há que ajustar as dimensões das imagens e analisar o tempo máximo e mínimo de cada vídeo, por exemplo. 

 

Analise as especificações técnicas de cada tipo de anúncio e verifique as restrições de cada Rede Social. Só assim poderá garantir que a mensagem é correctamente passada aos utilizadores.

 

Em qualquer uma das Plataformas, adequar a mensagem ao formato e a cada Rede Social é muito importante. 

 

guia-redes-sociais-pagas-6-7-boas-práticas-para-a-criacao-de-anuncios-bom-exemplo-e-mau

 

5. Adicionar sempre parâmetros no URL de destino dos anúncios 


Uma etapa essencial (e que passa muitas vezes despercebida durante a criação de anúncios) é a adição de parâmetros específicos ao URL de destino. Isto vai permitir, posteriormente, identificar a origem do tráfego gerado pelas suas Campanhas e a performance das mesmas. 

Para isso, basta acrescentar alguns parâmetros ao URL de destino das suas campanhas para que consiga identificar o canal de origem, a campanha e até mesmo o anúncio. Pode fazê-lo facilmente usando esta plataforma própria do Google.

Por exemplo, imaginemos no caso de ser uma campanha de Facebook para esta página: https://www.made2web.com/solucoes-marketing-digital/redes-sociais. Os campos que iríamos definir na ferramenta seriam:

  • Website URL;
  • Campaign Source: Facebook
  • Campaign Medium: cpc (indica que a origem é paga);
  • Campaign Name: Redes-Sociais

 

guia-redes-sociais-pagas-6-7-boas-praticas-para-a-criacao-de-anuncios-campos-da-ferramenta-facebook

 

Assim, o url final a inserir na campanha seria: https://www.made2web.com/solucoes-marketing-digital/redes-sociais?utm_source=facebook&utm_medium=cpc&utm_campaign=redes-sociais

 

Este cuidado prévio é importante porque permite diferenciar no Google Analytics as métricas afectas às diferentes campanhas. 

Assim, consegue perceber qual das suas campanhas apresenta melhores resultados para  tomar melhores decisões sobre o que otimizar nas suas campanhas. Alguns exemplos de métricas que pode analisar são: 

  • Sessões, 
  • Taxa de rejeição, 
  • Duração da sessão, 
  • Número de páginas visto, 
  • Conversões
  • Taxa de conversão 
  • Dispositivo utilizado (desktop, mobile, tablet)
  • Localização

Para além disso pode sempre analisar os dados das suas campanhas comparativamente às outras origens de tráfego no website (Google Ads, Orgânico, Email) e assim perceber qual a performance destas e se são mais rentáveis que outras origens.

 

Os não adicionar os parâmetros no url, deixará de conseguir analisar o tráfego no Google Analytics e fica limitado às métricas que cada Rede Social lhe dá. 

 

 Tão importante como definir objectivos, é avaliar os resultados! 

 

sugestao-blog-made2web No caso de não ter ainda conta de Google Analytics ou não saber como analisar, pode consultar o nosso guia.

 

6. Promover publicações orgânicas com boa performance


Se já teve bons resultados orgânicos com uma publicação nas Redes Sociais, considere promovê-la. Deste modo, vai conseguir acumular bons resultados porque vai estar a aumentar o que já alcançou organicamente. 

Aplique o Princípio de Pareto e rentabilize o seu tempo da melhor forma! Em vez de criar um novo conceito de raiz, deve sempre tentar aproveitar publicações que já tiveram uma boa performance orgânica nas suas Plataformas de Social Media.

 guia-redes-sociais-pagas-6-7-boas-praticas-para-a-criacao-de-anuncios-alcance

 

sugestao-blog-made2web Mas não se esqueça, promover uma publicação orgânica em Facebook, não significa clicar no botão azul de “Promover Publicação”, significa criar uma campanha de raiz mas em que o seu anúncio é um conteúdo já divulgado na página.

 

7. Teste os seus anúncios antes de os colocar online


Todas as Plataformas têm a opção de pré-visualizar o anúncio, para que o possa ver tal e qual como o utilizador, nos diferentes dispositivos. Antes de finalizar e publicar os seus anúncios, faça sempre esta análise. 

Este teste é simples mas essencial para garantir que o anúncio é o melhor para o seu público-alvo e para identificar e retificar eventuais erros. 

 

Conclusão

Para alcançar os melhores resultados com as suas Campanhas e Anúncios nas Redes Sociais há um conjunto de dicas importantes a cumprir. Divulgar a sua marca, promover um serviço ou produto, fazer um lançamento ou divulgar uma notícia, são apenas alguns dos objectivos que uma boa Campanha Paga pode ajudar a concretizar.  

Otimize os seus Anúncios de Redes Sociais >