O primeiro sinal de sucesso das suas estratégias de email marketing é conseguir que os emails que envia sejam abertos pelos utilizadores que o recebem. 

Uma boa taxa de abertura resulta de um conjunto de ações que vão influenciar a pessoa a tomar a decisão de abrir o email e querer voltar a abrir os seguintes.

Neste artigo, partilhamos algumas dicas para criar relações duradouras com a sua base de dados e aumentar a taxa de abertura dos seus emails.

 

O que é uma boa Taxa de Abertura de Email Marketing?

A taxa de abertura é a métrica que nos dá o primeiro indicador de sucesso da nossa estratégia de email marketing.

Segundo o estudo 2021 Global Email Benchmarks da empresa Campaign Monitor a média global de taxa de abertura em email marketing está em 18%

Utilize esta média como ponto de referência para avaliar os seus resultados, mas saiba que há sempre formas de melhorar a sua taxa de abertura de email marketing. 

 

Truques para melhorar a Taxa de Abertura em Email Marketing

truques-para-melhorar-a-taxa-de-abertura-em-email-marketing-made2web

1. Mantenha a sua lista de emails atualizada

A lista de emails é um recurso valioso! Os dados obtidos foram fornecidos por alguém que confiou em si e permitiu o envio de informação. 

Comunique com os seus utilizadores e preserve a relação criada, ficando a conhecer as suas necessidades e interesses, ao mesmo tempo que mantém os seus dados atualizados. 

Contudo, deve retirar da sua lista de emails os utilizadores inativos que vão influenciar de forma incorreta a sua taxa de abertura.

 

sugestao-blog-made2web Lembre-se: antes de excluir dados da sua lista faça uma última tentativa de reconquista. Por exemplo, envie um email a perguntar o que falhou na relação para que possa resolver ou melhorar. 😉

 

2. Segmente o seu público-alvo

Pode fazer a segmentação utilizando os critérios demográficos, geográficos ou comportamentais:

  • Localização: cidade, área do país ou local mais específico;
  • Clientes ou não clientes;
  • Áreas de interesse;
  • Frequência da utilização dos serviços ou compra de produtos. 

 

3. Evite que o seu email vá parar ao spam 

Tudo o que queremos é que o nosso e-mail seja aberto, certo? Mas se for parar à caixa de spam o mais provável é ser ignorado para sempre.

Os filtros de spam estão cada vez mais inteligentes, mas podemos evitá-los seguindo algumas boas práticas:

  • Envie emails apenas para quem lhe deu essa permissão: a aquisição de listas de emails é uma má prática, as pessoas desconhecem os seus serviços e o mais certo é colocarem o seu email na caixa de spam;
  • Utilize um IP seguro e um domínio próprio: muitas das vezes a questão está na raiz do problema, se resolver esta questão os seus emails passam a ir para a caixa de entrada;
  • Livre-se de palavras demasiado comerciais: utilizar expressões como “compre já”, “dinheiro na mão”, “isto não é spam” podem enviar os seus emails diretamente para o spam;
  • Evite emails apenas com imagem - a mensagem principal deve estar sempre descrita no texto. Ao ter um email apenas com uma imagem, pode ser considerado spam e, caso o utilizador tenha desativado o download automático de imagens no telemóvel, por exemplo, não garante que a sua mensagem principal é lida. Por isso, as imagens devem ser apenas um complemento à mensagem que quer passar.

 

4. Escolha o momento certo 

Sabia que o dia da semana e a hora em que são enviados os emails também influenciam a taxa de abertura de email?

É verdade, estudos apontam as quintas-feiras como os melhores dias para garantir o sucesso da taxa de abertura, assim como a hora ideal ser entre as 10 e as 12 horas

 

O melhor dia da semana para enviar emails - Fonte: Mailchimp 



A melhor hora do dia para enviar emails - Fonte: Mailchimp

 

É aconselhável que analise o seu público-alvo para estabelecer padrões de comportamento e encontrar o momento certo para enviar os seus emails.

 

5. Crie assuntos irresistíveis

Qual é a primeira coisa que se vê num email? 🧐 O assunto! 

Neste sentido, o assunto é tão importante quanto o conteúdo, é o gatilho que conduz o utilizador a abrir o email e promove o sucesso na sua taxa de abertura.

Por isso, os assuntos devem:

  • Despertar interesse e curiosidade;
  • Ser criativos e claros;
  • Resolver um problema/dor;
  • Falar de forma direta para o destinatário. 

 

6. Personalize e crie empatia 

Comece por personalizar o remetente. Esta abordagem transmite confiança ao leitor e sentido de exclusividade.

Por exemplo, devemos colocar no remetente:

Joana Gândara | Made2web em vez de apenas Made2web.

Crie empatia tratando o destinatário pelo nome, como se estivesse numa conversa e inclua o nome da sua lead no assunto ou no preview do email para garantir a abertura.

Na Made2Web, quando enviamos um ebook sobre email marketing podemos dirigir-nos ao destinatário:

Pedro, aqui está o seu Ebook sobre Email Marketing 

 

7. Acrescente valor com os seus conteúdos 

Deve usar estratégias de segmentação para adequar os conteúdos aos interesses das suas personas.

Se conseguir entregar os conteúdos certos, às pessoas certas, a probabilidade de clicarem no seu conteúdo é mais elevada.

Isto só é possível, claro, se conseguir segmentar a sua base de dados - como falámos no ponto 2! 

 

8. Lembre-se dos smartphones!

A utilização de dispositivos móveis para abrir emails está com uma percentagem de 41,6%, enquanto o desktop fica pelos 16,2%. 

Assim sendo, é fundamental que os seus emails sejam otimizados para dispositivos móveis de forma a que a sua taxa de abertura de email marketing tenha êxito. 

 

E agora? Avalie os resultados e continue a apostar em Email Marketing!

Comece a aplicar estas boas práticas, avalie os resultados, otimize os seus emails e volte a medir para adequar as estratégias ao seu negócio e ao seu público. 

O sucesso da taxa de abertura dos emails vai aumentar a visibilidade dos seus conteúdos, mais pessoas vão ler o que tem a dizer, ficando mais próximos da conversão e, provavelmente, aumentará o seu retorno de investimento!

Quero criar uma estratégia de Email Marketing