Foi no mês de agosto que o Facebook Watch foi difundido globalmente, chegando assim também a Portugal. O que é? Uma plataforma de vídeo interna do Facebook que promete fazer concorrência ao gigante YouTube.

Watch: a nova plataforma de vídeos do Facebook

A plataforma Watch tinha sido lançada há cerca de um ano nos Estados Unidos e tem, desde então, estado em testes de performance. 

Até agora, os números do sucesso são já muito expressivos: mais de 50 milhões de pessoas veem vídeos no Watch e o tempo que passam a ver vídeos aumentou em 14 vezes desde o início de 2018. São números impressionantes!

O Facebook quer tornar-se no principal lugar para ver vídeos na Internet, onde os criadores podem agora difundir séries e vídeos junto dos seus fãs. 

Apesar não sabermos qual será a taxa de aceitação da plataforma, sabemos que o Facebook foi o website mais referido para a visualização de vídeos em 2017, segundo dados da Marktest.

86,3% dos utilizadores diz assistir a vídeos no Facebook, sendo que 75,3% também refere ver vídeos no Youtube e apenas 25% o Instagram.

 

Como funciona a plataforma Facebook Watch e como a devo usar?

Enquanto utilizador, pode e deve explorar o Watch para descobrir novos vídeos e criadores em várias áreas (entretenimento, desporto, notícias e muito mais) e começar a criar o seu feed personalizado. 

 

No topo do feed da Watch tem agora acesso a uma Watchlist, onde encontra os vídeos mais recentes das páginas que segue. Esta secção pode (e deve) ser personalizada ao seguir ou deixar de seguir páginas dentro do Watch.

Imagine agora que está no seu feed do Facebook e vê um vídeo que lhe interessa mas não pode ver agora. Guarde-o e veja mais tarde no Watch.

Estão também a ser criadas novas formas de criar vídeos, em que a experiência do utilizador vem em primeiro lugar. Algumas funcionalidades estão para breve, como "Watch parties", estreias e vídeos em que é a audiência que decide o que acontece.

As Watch Parties são um conceito particularmente engraçado: como o nome indica, podemos convidar os nossos amigos para ver um vídeo ao mesmo tempo que nós (quer seja ao vivo ou gravado). Numa Watch Party, estamos todos sincronizados e podemos ir comentando ao longo dos vídeos que estamos a ver. Venham as pipocas porque isto é o nosso tipo de festa!

Para aceder a todas estas funcionalidades, basta usar a sua aplicação móvel do Facebook para iOS ou Android e procurar o novo ícone da Watch, na barra de atalhos. Está também disponível na Apple TV, Samsung Smart TV, Amazon Fire TV, Android TV, Xbox One e Oculus TV.

 facebook-watch-na-app-mobile

Ilustração da colocação do Watch na app mobile. Fonte: Made2Web

 

Como tirar partido do Facebook Watch para a sua empresa?

Ao lançar o Watch globalmente, o Facebook está a dar novas oportunidades a criadores e marcas por todo o mundo para divulgarem e rentabilizarem o seu conteúdo.

Rentabilizar como? Através dos novos Ad Breaks, que são pequenos anúncios incluídos em vídeos acima dos 3 minutos de criadores elegíveis. Clique aqui para ver se a sua página Facebook se qualifica para os Ad Breaks.

Os critérios de elegibilidade são 4:

  1. Estar de acordo com as normas de elegibilidade;
  2. Ter pelo menos 10.000 seguidores na página de Facebook;
  3. Nos últimos 60 dias, ter pelo menos 30.000 visualizações de um minuto em vídeos de pelo menos 3 minutos;
  4. O país e linguagem devem estar já disponíveis, porque o programa está ainda em expansão. Clique aqui para ver a lista.
A localização dos anúncios é sugerida pelo Facebook, mas o criador pode alterar a sua colocação em qualquer momento.

Os criadores têm também acesso a estatísticas de performance e controlo total sobre quais os anunciantes ou categorias de anúncios que vão aparecer nos seus vídeos. Além disso, podem ainda requisitar revisão dos anúncios antes mesmo dos vídeos serem publicados, para garantir que estão a lucrar desde o início!

Para as marcas, tudo isto significa que é cada vez mais crucial produzir conteúdos de vídeo de qualidade e diferenciadores para ganhar voz no meio de tanto ruído. Devem ainda pensar em como podem incluir influencers na estratégia de Marketing Digital para chegar eficazmente ao seu target. Mãos à obra!

QUERO SABER MAIS SOBRE REDES SOCIAIS »