Trabalhar SEO, ou Search Engine Optimization, é indispensável para qualquer empresa que procure ter visibilidade nos motores de pesquisa. No entanto, devido às constantes atualizações do algoritmo do Google™ e dos websites, é um trabalho que deve ser revisto com frequência.

Devido à complexidade e extensão de possibilidades do trabalho de SEO, é frequente existirem erros e apostar-se em estratégias que não são as mais corretas. Por essa mesma razão, apresentamos-lhe 15 dos erros mais comuns do trabalho de SEO.


Erros na produção de conteúdo para o website ou blog:

  1. Quantidade em detrimento da qualidade

Enquanto que há uns anos atrás, escrever em média 3 artigos por semana ajudava a colocar os websites no topo do Google™, mesmo que o conteúdo não fosse pensado no utilizador, hoje em dia isto não se verifica. O Google™ privilegia os websites com conteúdos de interesse para os utilizadores, que os faça passar mais tempo na página e lhes alimente a curiosidade de visitar outras páginas.

qualidade-nao-quantidade

  1. Artigos pouco relevantes

Escrever textos mais curtos e pouco desenvolvidos, torna mais rápido e fácil o processo de criação de conteúdo, no entanto, não é o melhor para um bom posicionamento orgânico do website e/ou blog.

É importante pensar no utilizador enquanto se desenvolve o texto para que este seja informativo e uma ajuda, ou seja, este deve explicar qual o seu objetivo e como ajudará o leitor após terminar a leitura do texto.

  1. Criação de conteúdo duplicado

A necessidade de se publicar conteúdo constantemente acaba por levar ao desenvolvimento de artigos com o mesmo tema, o que não irá acrescentar valor ao utilizador.

Invista na produção de um menor número de textos e assegure-se que publica conteúdo novo e que acrescenta valor ao conteúdo que já tem no website/blog.


Dica Made2Web: Crie uma plano de conteúdos a 3 meses, para saber sempre com antecedência sobre o que deve escrever. Assim, tem tempo para pensar e pesquisar sobre os vários temas que deve desenvolver.


Não reagir às alterações do algoritmo do Google™

nao-reagir-ao-algoritmo

  1. Apostar em técnicas de SEO obsoletas

O algoritmo do Google™ sofre alterações frequentemente. Para manter um website otimizado para o Google™, é importante acompanhar estas novidades. Há atualizações ao algoritmo que não têm impacto direto no posicionamento orgânico dos websites, no entanto, há alterações que podem afetar seriamente os rankings, o que significa que se não preparar o seu website para estas alterações, acabará por perder tudo o que fez anteriormente.

  1. Utilizar as palavras-chave como texto âncora para link building

Com a atualização do algoritmo do Google™ em 2012, esta técnica deixou de fazer sentido. Tornou-se irrelevante trabalhar uma palavra-chave exata como texto âncora. Atualmente, deve-se apostar em textos âncora mais naturais e que sejam alusivos ao conteúdo da página para onde o seu link redireciona.

  1. Ter um website em HTTP

Uma das mais recentes novidades do Google™ está relacionada com a adoção do protocolo HTTPS nos websites. A partir de julho deste ano, todos os websites que ainda estejam em HTTP serão exibidos ao utilizador como não sendo seguros, o que poderá afetar o número de visitas e conversões nos sites.


Dica Made2Web: Subscreva a newsletter de um blog expert na área que vá indicando das novidades do Google™. A Made2Web disponibiliza uma newsletter semanal, com este propósito.

 

Não pensar na experiência do utilizador

user-experience

  1. Ignorar métricas importantes

Métricas como a taxa de rejeição, o tempo médio na página, o número de páginas por sessão ou o número de conversões são importantes e  ajudam a compreender se os visitantes de um website estão ou não satisfeitos com a experiência de utilização do mesmo.

  1. Trabalhar palavras-chave sem conteúdo

Escrever conteúdo baseado apenas nas palavras-chave já não irá trazer os resultados que eram possíveis atingir no passado.

Para valer a pena investir em conteúdo, este tem de acrescentar valor aos utilizadores do seu website. Para isso, não basta ter uma lista de palavras-chave para trabalhar, mas sim, conteúdo relevante sobre o tema a apresentar.

  1. Trabalhar palavras-chave sem relevância para os utilizadores

Desenvolver conteúdo sobre palavras-chave com pouca relevância para os utilizadores traduz-se no desenvolvimento de conteúdos que não são do seu interesse, logo a experiência de visitar o website ou blog poderá não ser uma ação que os utilizadores queiram repetir, o que irá afetar o posicionamento do website no Google™.


Dica Made2Web: Pense sempre nos visitantes do seu website antes de escrever um novo conteúdo para o website e/ou blog. Analise a interação com os últimos conteúdos criados e perceba se tem de fazer alterações.

 

Não respeitar as boas práticas base de SEO

boas-praticas-seo

  1. Não dar importância à estrutura e conteúdo dos URLs

Um URL deve ser user-friendly, isto significa que não deve conter números nem caracteres estranhos e deve ajudar o utilizador a situar-se no website. Ou seja, deve ter o caminho feito pelo utilizador até chegar àquela página: domínio/categoria/produto ou serviço.

  1. Não dar importância à criação das METAS

As METAS são o que influencia o clique quando um website é exibido nos resultados de pesquisa, levando portanto a uma melhoria do CTR das páginas, quando o resultado de pesquisa é clicado pelos utilizadores.

Invista na criação de METAS de qualidade e que indiquem o conteúdo da página em questão, só assim conseguirá distinguir-se da concorrência e levar utilizadores ao website.

  1. Não definir uma estrutura de Headings

Os Headings são mais conhecidos como Títulos e Subtítulos e são o que define a estrutura de uma página. Como tal, são essenciais não só enquanto escreve o conteúdo para organizar as ideias, mas também para informar o utilizador e o Google™ sobre do que fala o texto.


Dica Made2Web: É importante que tenha estes 3 pontos bem desenvolvidos no seu website desde o início. Estas práticas estão inseridas no que chamamos de SEO Onsite, o qual deve ser corretamente implementado desde o início do projeto.


Não definir uma estratégia para o trabalho de SEO

estrategia-seo

  1. Fraca análise de palavras-chave

Desenvolver um website ou conteúdos para um website sem ter por base uma análise detalhada das palavras-chave em que se deve investir é um esforço feito em vão. Invista na pesquisa de palavras-chave importantes para o negócio e utilizadas pelos utilizadores nas pesquisas, só assim é possível criar conteúdos com uma base sólida.

  1. Pensar no website como um todo

Não pode pensar no website como um todo, este deve ser pensado e analisado página a página. O conteúdo deve ser desenvolvido a pensar no tema de uma página específica e no utilizador que irá aceder à mesma.

  1. Não utilizar a ferramenta Google™ Search Console

O Google™ Search Console permite-lhe analisar a performance das diferentes páginas do site, mas também consegue ter acesso a possíveis erros existentes. É uma plataforma bastante importante para o sucesso de um website.


Dica Made2Web: Pense na estrutura que quer para o seu website antes de o começar a desenvolver. O planeamento é um passo muito importante para o sucesso de um website.


Faça uma revisão ao seu website para se assegurar que está livre destes problemas. Só assim conseguirá gerar ainda mais resultados. 

QUERO SABER MAIS SOBRE SEO »