Os backlinks ou inbound links são links de outras fontes que redirecionam para o seu website. Representam uma das principais estratégias de SEO: quantos mais links, de fontes credíveis, redirecionarem para o seu website, mais pontos vai ganhar junto do Google™.

QUERO SABER MAIS SOBRE SEO »

 

Por exemplo, se eu disser, neste artigo: "consulte os templates oficiais de x" e, na palavra templates, tiver um link a redirecionar para uma página oficial sobre o assunto, eu estou a criar um backlink para essa página.

No entanto, não basta criar conteúdos e enviar para outros meios para que falem de si. É importante ter uma estratégia bem implementada.

A importância dos inbound links

  • Levam tráfego ao seu website:

Cada vez que uma página faz um link para o seu website, está a enviar utilizadores ao mesmo;

  • Melhoram o seu posicionamento nos motores de pesquisa:

Quanto mais fontes externas linkarem para o seu website mais credibilidade terá. O que o Google™ entende é: “se falam sobre eles é porque percebem do assunto!”. No entanto, deve ter em conta o tipo de websites que linkam para o seu. Devem sempre ser fontes credíveis e com qualidade, do ponto de vista do Google™.

Implementar uma estratégia de link building

Uma vez entendido o que são os backlinks e a sua importância, importa perceber como pode tirar partido desta estratégia e garantir que há fontes a linkar para o seu website. Aqui, entramos no mundo do"Link Bulding", uma estratégia de SEO com resultados comprovados. Assista, abaixo, às principais regras do link building.

 

regras de linkbuilding

As regras do Link Building by MOZ

O ideal seria que os meios externos reencaminhassem para o seu website sem que tivesse de fazer nada. E isso acontece, mas só quando a sua empresa já é uma autoridade no mercado. Até lá, pode dar-se a conhecer.

Tudo começa com uma pergunta, um contacto. Deve selecionar os meios onde acha que a sua empresa seria bem referenciada e, depois, avançar com uma proposta.

Neste artigo, damos-lhe 9 sugestões de templates de e-mail para criar uma estratégia de link building eficaz.

Mas, antes de avançarmos, há três regras a ter em conta:

1. Faça uma lista dos seus contactos e de outros meios que pode contactar:

Garanta que se enquadram na sua estratégia e que têm algo em comum com os conteúdos sobre os quais vai falar.

2. Não peça para escreverem sobre si, escreva você:

Ofereça-se para escrever para blogues ou websites ou envie conteúdo que possam utilizar. Desta forma, irá garantir que linkam para si, uma vez que foi de lá que veio a informação original.

3. Nunca, mas nunca, envie e-mails em massa:

Ninguém gosta de receber um e-mail tipo, para isso existe o spam.Personalize os e-mails que envia, adapte-os à pessoa ou meio que está a contactar.

personalizacao-email

 

9 Templates de contacto para Link Building

1. A apresentação

Se não conhece a pessoa que vai contactar, envie uma apresentação prévia. É importante que o seu contacto saiba quem você é e que entidade representa,antes de receber qualquer tipo de proposta. Envie um e-mail a apresentar-see pergunte se há interesse no seu conteúdo. Lembre-se: o e-mail deve ser personalizado!

Exemplo: Interessado no novo relatório de tendências de Verão?

Olá xpto, Espero que se encontre bem! Estou a entrar em contacto porque sou um grande fã do seu trabalho no blog X e adorei ler o seu último artigo sobre tendências. Sigo-o nas redes sociais e reparei que vai lançar um especial sobre tendências de época e achei o tema muito interessante. Recentemente, desenvolvemos um estudo sobre as principais tendências de Verão e achei que poderia ser útil para os seus próximos artigos. Se tiver interesse, posso reencaminhar-lhe a informação para que apossa utilizar. Falamos de vários temas e são muitas as estatísticas analisadas. Gostaria de ter a sua opinião! Aguardo seu feedback! Obrigado pela atenção.  

2. A oferta exclusiva

Se produziu conteúdos novos e relevantes que são uma mais-valia para outros meios, torne essa informação apetecível. Seja curto e conciso, lembre-seque, muitas vezes, as pessoas não têm tempo para ler grandes e-mails.

Exemplo: Exclusivo: novos dados sobre os millenials

Olá xpto, Tenho acompanhado a sua cobertura jornalística sobre a geração millenial e reparei que se tem dedicado, essencialmente, ao impacto no uso das redes sociais. Num dos nossos estudos mais recentes deparámo-nos com dados surpreendentes sobre a utilização do Instagram e do Facebook. Teria todo o gosto em enviar-lhe as nossas descobertas em primeira-mão para que as possa utilizar nas suas próximas reportagens. O que lhe parece? Ficam os meus melhores cumprimentos.  

3. Curiosidades

Todos adoram ler curiosidades e factos engraçados sobre variadas temáticas.Pode criar uma rubrica do género "Sabia que" e aguçar a curiosidade.Informação nova e engraçada é sempre bem-recebida.

Exemplo: Sabia que os grupos do Facebook são mais populares que os blogues?

Olá xpto, Sabia que os grupos de Facebook estão a ter um maior alcance junto da audiência do que os blogues? Se não estão a utilizar este meio para comunicar com os vossos utilizadores podem estar a perder uma grande oportunidade!? Nos novos dados que recolhemos chegamos a números de utilização surpreendentes. Se tiver interesse posso enviar-lhe esta informação para utilizar no seu próximo artigo. De qualquer forma, se quiser aceder aos dados em primeira-mão avise-me que faço-lhe chegar toda a informação. Se tiver alguma questão estou ao dispor. Obrigado!  

4. O conteúdo personalizado

Já falámos, acima, da importância da personalização. Mas, não basta escrever o nome do destinatário ou saber sobre o que ele escreve. Se conseguir ser mais pormenorizado, melhor! Do género: "acompanho a sua rubrica semanal sobre x e reparei que esta semana falou de y".Identifique-se com a pessoa e terá maior probabilidade de ganhar um aliado.

Exemplo: Um fã da rubrica das redes sociais!

Olá xpto, Tenho acompanhado a sua pesquisa sobre a "guerra" entre o Instagram e o Snapchat – e sei por quem ambos torcemos? Na última semana desenvolvi um gráfico comparativo entre as duas redes:foco a utilização, o engagement e o crescimento de ambas junto dos utilizadores. Na verdade, as duas têm pontos em comum, mas há uma que se destaca. Se pensarmos no tempo de utilização médio de cada uma, é surpreendente o crescimento que tiveram no último ano. Como sei que todas as semanas fala sobre este tema na sua rubrica de redes sociais, pensei que este gráfico poderia ser interessante para si. Vou enviar-lho em anexo, para que possa ver os dados recolhidos, Qualquer dúvida estou ao dispor!  

5. A Oferta

Ninguém gosta de trabalho extra. Então, que tal, oferecer-se para fazer parte do trabalho por alguém ao invés de sugerir que escrevam sobre si? Ofereça um artigo de blogue sobre um tema que ainda não tenha sido abordado ou algum conteúdo interessante e novo.

Exemplo: Oferta de artigo sobre novas tendências de moda.

Olá xpto, Vi que tem escrito vários artigos sobre moda e sei que está sempre a par das novas tendências. Este mês produzimos um relatório muito interessante sobre as principais tendências e achamos que daria um ótimo artigo para o seu blogue. Teríamos todo o gosto em escrevê-lo para si, que lhe parece? Obrigado pela atenção.  

6. A menção

Todos gostam de ver o seu nome em algum lado. Se escrever um artigo e mencionar o nome de alguém ou o produto que representam e, depois, o enviar, é provável que a pessoa fique lisonjeada e o partilhe na sua própria comunidade.

Exemplo: Os vossos dados no nosso último artigo

Olá xpto, Acompanhámos sempre os vossos relatórios mensais e achamos muito interessantes as vossas últimas descobertas sobre o Linkedin. No nosso novo artigo utilizamos os dados que recolheram para sustentar a informação que partilhámos. Deixe-me dizer-lhe que as vossas descobertas são sempre muito interessantes. Envio-lhe, abaixo, o link para o artigo, caso tenha interesse em ler. Obrigado!  

7. A prova social

Números e factos são sempre prova de qualidade. Se o seu blogue ou site tem muitos subscritores e se, nas redes sociais, tem uma grande comunidade, use isso a seu favor: dá-lhe credibilidade. O mesmo funciona para os conteúdos que desenvolve. Se produziu um artigo que teve um grande alcance, divulgue-o com base nessa informação. Será apetecível.

Exemplo: Guia prático para a análise das redes sociais

Olá xpto, Sei que recebe muitas informações sobre as redes sociais, uma vez que é o tema a que se dedica. No entanto, não queria deixar passar a oportunidade de lhe enviar o nosso último artigo sobre análise das redes sociais. Trata-se de um guia prático para as principais métricas de análise. Tivemos um grande alcance com este conteúdo: mais de 5 mil partilhas, 3 vezes o volume que costumamos ter. Como foi muito bem-recebido pela audiência, teria imenso gosto em ter a sua opinião sobre ele. Se quiser usar os nossos dados no vosso próximo artigo ficaríamos muito lisonjeados. Qualquer dúvida disponha. Obrigado.  

8. A piada

Com o humor devemos ter sempre cuidado. Nunca sabemos até que ponto, do lado de lá, a pessoa vai achar piada. No entanto, se bem-feita, uma piada pode servir para chamar à atenção. Mas lembre-se: nunca toque em temas sensíveis.

Exemplo: O que têm em comum os nossos artigos e os vídeos de gatos?

…ambos são virais nas redes sociais! Conseguimos chamar a sua atenção? Boa! Era essa a ideia! Olá xpto, Adorei ler o seu último artigo sobre as previsões digitais para o próximo ano. Será que o SEO vai mesmo ser a nova tendência? Esperemos que sim. No nosso blogue também estudamos o futuro do digital e chegamos à conclusão que as páginas AMP vão ser cada vez mais utilizadas. Neste relatório também falamos do SEO e, algumas das nossas conclusões, vão ao encontro da suas. Achámos que lhe podia ser útil se decidir criar novos conteúdos sobre o tema, temos dados muito interessantes. Além disso, seria importante perceber se concorda com as nossas conclusões, é sempre bom ter a opinião de um especialista. Agradecemos, desde já, a sua atenção.  

9. A atenção

A melhor forma de chamar à atenção de alguém é demonstrar, não só, que conhece o seu trabalho, mas dar uma opinião sobre o mesmo. Tenha atenção à critica, se excessiva, o e-mail pode ter o efeito contrário ao desejado.

Exemplo: Rápida pergunta sobre as conclusões do artigo dedicado às novas tecnologias

Olá xpto,

Obrigado por partilhar frequentemente as suas observações sobre as novas tecnologias. Costumo acompanhar todas as suas críticas, mas, recentemente, fiquei com algumas dúvidas sobre as suas conclusões relativamente ao uso do mobile. Reparei que afirma que os sites devem ser desenvolvidos primeiramente no desktop e, depois, no mobile. Confesso que também estudei o assunto e até citei as suas conclusões no meu artigo, comparando-as com as minhas. Gostaria de ver o resultado final? Quem sabe no futuro podemos escrever uma peça sobre este tema em conjunto. Que lhe aprece? Aguardo o seu feedback! Obrigado. 

linkbuilding

 

As melhores práticas

Como deve ter reparado, os templates acima não têm como objetivo o copy paste. Não! A ideia é que consiga perceber as diferentes abordagens que deve ter quando inicia um contacto que tem como objetivo o link building.

Depois de perceber a estratégia de contacto que vai utilizar, há algumas coisas que deve ter em conta:

  • Edite a informação tantas vezes quanto necessárias:

Nunca envie um e-mail básico, com erros gramaticais ou falhas graves de atenção. Além disso, mantenha-o curto. Deve ser fácil de ler, para não roubar muito tempo ao leitor.

  • Escreva um assunto direto, curto e apelativo à abertura:

Não crie frases, foque-se nos principais pontos do que quer comunicar. O título deve ser logo apetecível.

  • Não "dê graxa":

Ninguém gosta de se sentir falsamente lisonjeado. Seja genuíno. Elogie se tiver de elogiar, mas não faça a pessoa sentir que aquele e-mail só elogia porque quer algo em troca.

  • Demonstre que sabe do que fala:

Evite tocar em assuntos que não domina, principalmente se o e-mail for para um especialista.

  • Não insista:

Se enviar dois ou três e-mails e não obtiver resposta, mais vale dar tempo à pessoa. Ninguém gosta de ser "massacrado" com e-mails constantes.

 

3 conclusões acionáveis para uma estratégia de link building sem falhas

backlinks

Uma boa estratégia de link building deve obedecer a regras, para garantir que cumpre os seus objetivos.

Como vimos, os backlinks são, realmente, uma excelente forma de gerar tráfego no seu website e de atingir melhores níveis nos rankings dos motores de pesquisa.

Mas, lembre-se, tudo deve obedecer a uma estratégia:

  • Desenvolva os conteúdos que quer utilizar no Link Building;
  • Selecione os meios adequados ao contacto, com base nos que melhor se identificam com os seus objetivos;
  • Aborde as pessoas certas, com o discurso perfeito e o conteúdo desejado!

Se acertar em todos estes pontos, verá que os resultados não o vão deixar ficar mal.

 

New Call-to-action